GeoNotícias

Curitibanos identifica aumento superior a 22% em área construída após recadastramento


27 de novembro de 2018 Vanessa Sant'Ana


A implantação do geoprocessamento na Secretaria de Administração e Finanças trouxe atualização e domínio do cadastro, constatando aumento superior a 22% em sua área construída.

O acesso às informações de melhor qualidade, possibilitou também, ações fiscais e tributárias mais eficientes como, por exemplo, a implantação do ITBI online, em que o contribuinte pesquisa o valor venal atualizado pelo recadastramento imobiliário e ganha praticidade e agilidade na emissão da guia e do pagamento do tributo - ITBI.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

                                                                       PVG ATUALIZA IPTU DE FORMA JUSTA E ADEQUADA 

 Prefeitura, que obteve maior controle sobre valores de cada região, quanto para a população, que pôde contar com  uma cobrança mais justa, embasada na valorização criteriosa dos imóveis e adequação de seus valores venais  territorial e predial.

Após sua implantação notou-se que, aproximadamente 85% das unidades cadastrais apresentaram aumento e 15% diminuição em seus respectivos valores venais.


_____________________________________________________________________________________________________________________________________                                  

                                                                                                                                TRABALHO RECONHECIDO                                         

     "A Geodados proporcionou ganho de confiança no cadastro e perfeito domínio do município como um todo".

    O que mudou no cadastro municipal da Prefeitura de Curitibanos - SC  com o geoprocessamento?    

    O grande ganho foi que os setores de tributação e cadastro imobiliário passaram a trabalhar com uma base de dados confiável, tornando-se referência em informações urbanas de nosso município. Com esta base de dados, a Prefeitura pôde fazer a Planta de Valores Genéricos, que inexistia até então.                                                                                                                                                                                         

_____________________________________________________________________________________________________________________________________ 

                                           CORREÇÃO DE NUMERAÇÃO PREDIAL E LOGRADOUROS AUXILIARÁ NO DESENVOLVIMENTO URBANO

 A partir de 2019, a Prefeitura confeccionará e afixará placas de logradouros em cada esquina da cidade. Também, anexará ao boleto do IPTU a Certidão de Endereço de cada imóvel.

Estas ações da Prefeitura serão tomadas com base nos resultados dos serviços de reordenamento territorial realizados pela Geodados, que levantaram e apontaram as inconsistências existentes no cadastro de logradouros e numeração predial dos imóveis urbanos.



25 de fevereiro de 2015

Araras investe em geoprocessamento para recuperar 50 milhões de reais

As ações desenvolvidas em Araras contribuíram para que o valor venal territorial urbano quadruplicasse. Passou de R$ 1,2 bi em 2013 para R$ 4,5 bilhões em 2014. Cadastro imobiliário constatou aumento de 30,24% de área construída.

Detalhes
20 de maio de 2014

Taquaritinga moderniza o cadastro imobiliário e passa a ser referência

A atualização cartográfica de Taquaritinga passou a ser digital, sem lançamentos em papel. Com a integração do mapa urbano fiscal ao cadastro imobiliário, ortofotos e fotos frontais, a prefeitura passou a ser referência de informações urbanas.

Detalhes
05 de maio de 2017

Georreferenciamento torna gestão municipal mais eficiente em Pará de Minas

É comum ver o geoprocessamento relacionado com o aumento de arrecadação tributária, mas Pará de Minas mostra na prática que essa tecnologia vai muito além. O município disseminou o uso às secretarias e colhe bons resultados.

Detalhes
06 de março de 2017

Cambuí usa geoprocessamento no combate à recessão econômica

O aumento da arrecadação por meio do geoprocessamento deu condições à prefeitura de Cambuí enfrentar as dificuldades financeiras em 2016. Com o trabalho, a receita municipal teve aumento real de 23% com ISSQN e de 41% com IPTU.

Detalhes
Icone botão voltar. Voltar a listagem